QR Code no Pix: estático ou dinâmico?

balcão-de-um-estabelecimento-com-um-qr-code-do-pix

Entenda os tipos de QR Code no Pix e compare as vantagens

 

Tempo estimado de leitura: 2 minutos.

 

A ação de fazer e receber pagamentos com QR Code já é realidade no Brasil. Vantagens como agilidade e praticidade tornaram a modalidade parte importante do ecossistema de pagamentos brasileiro. Estima-se que 20% dos consumidores consideram o QR Code como uma das três melhores formas de pagamento online*, reforçando a aderência a essa tecnologia.

 

E se os QR Codes já são utilizados em carteiras digitais ou em aplicativos de bancos, a expectativa é que o Pix amplie essa popularidade cada vez mais. Uma pesquisa informa que 40% das movimentações feitas no Pix são com QR Codes**.

 

O novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil proporciona operações com dois tipos de QR Code: estático e dinâmico. Neste post, você vai saber mais sobre cada um deles.

 

BR Code: o QR Code do ecossistema de pagamentos brasileiro

 

Os QR Codes (códigos QR, ou, códigos de resposta rápida, em uma tradução livre) são códigos de barras que, quando escaneados ou lidos, disponibilizam informações. A tecnologia não é necessariamente uma novidade, pois há registros de utilização já na década de 1990. Porém, a facilidade para escaneamento dos códigos proporcionada pelos smartphones expandiu consideravelmente as possibilidades da ferramenta.

 

Em 2020, o Banco Central do Brasil estabeleceu um padrão para os QR Codes utilizados no ecossistema de pagamentos do país. Intitulado “BR Code”, a iniciativa teve o objetivo de fomentar a competitividade e padronizar as operações do setor, como em outros segmentos (por exemplo: maquininhas de cartão).

 

Os QR Codes do Pix estão divididos em estático e dinâmico. Entenda melhor as diferenças e compare os tipos de QR Code.

 

Estático e dinâmico: os tipos de QR Code no Pix

 

No QR Code estático, um mesmo código pode ser utilizado em diferentes operações. O código a ser escaneado não muda e, por isso, pode ser impresso ou disponibilizado em balcões pelos comerciantes.

 

Nesse cenário, a quantia da movimentação financeira é editada por quem faz o pagamento com o QR Code, após o escaneamento do código do destinatário. Trata-se de um formato bastante ágil, simplificando etapas de compra e venda realizadas com o Pix.

 

Já no QR Code dinâmico, cada operação tem um código diferente. Há a possibilidade de adicionar detalhes específicos de uma cobrança, como data de vencimento e informações sobre quem fará o pagamento com QR Code.

 

Com os QR Codes dinâmicos, empresas combinam as vantagens das cobranças com o Pix (como a compensação em segundos e as tarifas reduzidas) com a simplificação ao conciliar os pagamentos.

 

Saiba mais sobre as vantagens do Pix para as empresas. Confira no blog!

 

pessoa-realizando-movimentação-financeira-com-qr-code-no-smartphone

Em quais situações esses QR Codes são utilizados?

 

O QR Code estático é interessante para cobranças cotidianas, como em restaurantes e lojas. Basta compartilhar o código com o cliente, que adiciona o valor a pagar e confirma a operação no Pix.

 

Prestadores de serviços também podem utilizar o QR Code estático para fazer diferentes cobranças com o mesmo código.

 

Para cobranças mais formais, a sugestão é o QR Code dinâmico. São cobranças mais detalhadas como os boletos bancários, mas com as vantagens do Pix.

 

Em setores como o comércio eletrônico ou a recorrência nas cobranças, o QR Code dinâmico é uma opção para proporcionar aos clientes o Pix como uma forma de pagamento.

quadros-com-informações-sobre-os-dois-tipos-de-qr-code-no-pix

Integre as cobranças da sua empresa ao Pix

 

Agora que você já sabe mais sobre como utilizar cada um dos QR Codes, que tal integrar suas cobranças ao Pix? Com a BluPay, sua empresa proporciona cobranças com Pix aos clientes e emite QR Codes com a segurança Valid.

 

Quer integrar suas operações ao Pix? Faça cobranças com Pix, boleto e com o menor preço do mercado. Economize mais de 50% com a BluPay. Clique aqui e confira!

 

*Matéria 1: https://bit.ly/2Z8rbxJ

 

**Matéria 2: https://bit.ly/2Zaml2P